A sueca Ericsson, a maior vendedora mundial de equipamentos de rede, registrou um lucro líquido de 1,88 bilhão de coroas suecas (US$ 258 milhões) no segundo trimestre, uma alta em relação aos 831 milhões de coroas suecas do mesmo período do ano passado, quando os encargos com reestruturação pesaram sobre os resultados da companhia

selo

A sueca Ericsson, a maior vendedora mundial de equipamentos de rede, registrou um lucro líquido de 1,88 bilhão de coroas suecas (US$ 258 milhões) no segundo trimestre, uma alta em relação aos 831 milhões de coroas suecas do mesmo período do ano passado, quando os encargos com reestruturação pesaram sobre os resultados da companhia. O crescimento, no entanto, ficou abaixo das estimativas do mercado, de lucro de 2,73 bilhões de coroas suecas, já que as vendas da companhia foram atingidas pela falta de componentes na indústria. A companhia divulgou uma margem bruta de 37% no segundo trimestre. Excluindo os custos com reestruturação, a margem bruta aumentou para 39%, de 36,3% no mesmo trimestre de 2009, ficando abaixo dos 37,1% projetados pelo mercado. Já as vendas da Ericsson recuaram para 48 bilhões de coroas suecas no segundo trimestre, de 52,14 bilhões de coroas suecas. O valor ficou abaixo das estimativas dos analistas, que esperavam vendas de 49,81 bilhões de coroas suecas. O lucro operacional subiu de 1,21 bilhão de coroas suecas para 3,02 bilhões de coroas suecas, também abaixo das expectativas de 4,02 bilhões de coroas suecas. As informações são da Dow Jones.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.