Publicidade
Publicidade - Super banner
Empresas
enhanced by Google
 

Sanofi e Genzyme travam guerra sobre valor de oferta

Genzyme exige valor mais alto por suas operações, levando a disputa transatlântica a atingir níveis de extremo mau humor

Reuters |

A Sanofi-Aventis recusou as alegações feitas por seu alvo de oferta, a Genzyme, que exige um valor mais alto por suas operações, levando a disputa transatlântica a atingir níveis de extremo mau humor.

Na quinta-feira, a Genzyme afirmou que o presidente-executivo da Sanofi sinalizou em setembro a possibilidade de pagar cerca de 80 dólares por ação pela empresa norte-americana de biotecnologia, antes de apresentar uma oferta hostil de 69 dólares por ação.

Segundo analistas, isso aumentou as expectativas de que a farmacêutica francesa tenha de elevar sua oferta de aquisição.

"Não oferecemos uma faixa de preço e a Genzyme continuou a se recusar a discutir valores conosco", disse o porta-voz da Sanofi Jean-Marc Podvin.

As ações da Genzyme atingiram a máxima no ano, a 73,05 dólares, após o fechamento dos negócios nos EUA na véspera, mais de 4 dólares acima da atual oferta da Sanofi, de 69 dólares, que avalia o negócio em 18,5 bilhões de dólares.

A Sanofi deseja incorporar a Genzyme, maior fabricante mundial de medicamentos para doenças genéticas raras, ao seu portfólio para ajudar a impulsionar os ganhos, enquanto uma série de patentes de medicamentos líderes de vendas estão prestes a expirar.

A mais recente reviravolta na disputa envolve uma reunião entre os presidentes-executivos de ambas empresas em 20 de setembro nos EUA.

Segundo documentos arquivados pela Genzyme, o presidente-executivo da Sanofi, Chris Viehbacher, propôs na ocasião que fosse discutida uma faixa de preço entre 69 e 80 dólares por ação.

O executivo teria afirmado que a faixa era "negociável" mas que provavelmente não poderia atingir o teto da estimativa com base em seu conhecimento sobre a Genzyme.

Duas semanas após a reunião, a Sanofi levou sua oferta de 69 dólares por ação diretamente aos acionistas da Genzyme. A Sanofi, contudo, negou que tenha colocado qualquer faixa de preço em discussão.

"Discordamos fortemente da caracterização feita pela Genzyme sobre a reunião de 20 de setembro entre os presidentes", disse o porta-voz da Sanofi.

"Naquela reunião fizemos vários esforços para levar o processo adiante, incluindo a discussão dos méritos da nossa oferta de 69 dólares por ação", acrescentou ele.

Analistas têm afirmado que Viehbacher terá de aumentar sua oferta pela Genzyme. Uma pesquisa feita pela Reuters em agosto apontava a média de preço de 77,90 dólares por ação para o negócio.

 

Leia tudo sobre: NEGOCIOSEMPRESASSANOFIGENZYME

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG