Publicidade
Publicidade - Super banner
Empresas
enhanced by Google
 

Pronta para avançar com integração, Brasil Foods aguarda Cade

Companhia informou que conclui nesse mês o projeto para identificar todas as sinergias possíveis na união entre Perdigão e Sadia

Reuters |

A Brasil Foods (BRF) informou que conclui nesse mês o projeto que desenvolve há algum tempo para identificar todas as sinergias possíveis na união Perdigão-Sadia, mas ainda aguarda decisão dos órgãos reguladores quase um ano depois do anúncio do negócio.

A Perdigão anunciou a incorporação da Sadia em 19 de maio do ano passado, criando a Brasil Foods. A previsão anterior da diretoria da Brasil Foods para o julgamento do processo sobre a fusão no Cade (Conselho Administrativo de Defesa Econômica) era o primeiro semestre desse ano, mas agora fala-se em agosto.

O presidente executivo da BRF, José Antonio do Prado Fay, afirmou que a companhia busca prosseguir com seus planos ainda que as restrições do Cade, como a separação dos negócios no Brasil, atrapalhe.

"Estamos tentando evitar que isso paralise a companhia. Não vamos ficar sentados esperando. Fizemos todo o planejamento, temos como operar no que está liberado, e estamos esperando", afirmou Fay durante teleconferência com analistas hoje para comentar resultados divulgados ontem.

"Estamos colocando uma pressão positiva no processo, quer dizer, estamos céleres no envio de documentos, nas respostas a indagações", acrescentou.

O diretor financeiro Leopoldo Saboya reconheceu que a demora dos órgãos reguladores impede avanços em projetos. "O investimento foi um pouco modesto no 1o trimestre, em R$ 170 milhões. A situação do Cade impede que as companhias coloquem plenamente os seus planos em andamento", afirmou na teleconferência.

A Brasil Foods prevê investir R$ 1 bilhão em 2010.

O Cade liberou as companhias para operarem de forma integrada apenas no mercado externo. No Brasil, Sadia e Perdigão devem continuar atuando de forma independente, até que uma decisão final seja tomada.

 

Leia tudo sobre: Alimentos

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG