Nova York, 6 - A norte-americana Monsanto registrou prejuízo de US$ 143 milhões (US$ 0,26 por ação) no quarto trimestre fiscal, encerrado em 31 de agosto, ante resultado negativo de US$ 233 milhões (US$ 0,43 por ação) no mesmo período do exercício anterior

selo

Nova York, 6 - A norte-americana Monsanto registrou prejuízo de US$ 143 milhões (US$ 0,26 por ação) no quarto trimestre fiscal, encerrado em 31 de agosto, ante resultado negativo de US$ 233 milhões (US$ 0,43 por ação) no mesmo período do exercício anterior. Excluindo custos com reestruturação e outros itens, o prejuízo foi de US$ 0,09 por ação, ante lucro de US$ 0,02 no mesmo trimestre do ano anterior. A receita líquida cresceu 3,9%, para US$ 1,95 bilhão. Analistas previam perda de US$ 0,06 por ação sobre receita de US$ 1,82 bilhão. A margem bruta recuou para 44,1%, de 45,6%. Por volta das 14h, a ação da companhia, maior produtora mundial de sementes, subia 1,88% na Bolsa de Nova York em reação aos resultados do trimestre. Até o fechamento de ontem, o papel registrava queda de 41% em 2010. No total do ano fiscal 2010 a receita recuou para US$ 10,5 bilhões, de US$ 11,724 bilhões no ano anterior. O lucro líquido caiu quase pela metade, para US$ 1,109 bilhão (US$ 2,41 por ação), de US$ 2,109 bilhões (US$ 4,41 por ação) apurados no ano fiscal 2009. A empresa está concentrando seus negócios na venda de sementes geneticamente modificadas na medida em que sua divisão de herbicidas enfrenta dificuldades por causa da concorrência com outros produtos mais baratos. Os custos de reestruturação dessa divisão pressionaram o resultado do trimestre, mas o volume de vendas melhorou na maioria dos mercados em que a companhia atua. Em agosto, a Monsanto advertiu que os resultados do ano ficariam no lado mais baixo do intervalo previsto. A empresa enfrenta forte oposição a suas sementes geneticamente modificadas no Japão e na União Europeia, assim como preocupações ambientais nos Estados Unidos e críticas de produtores a respeito dos preços de seus produtos. A Monsanto previu lucro de US$ 2,72 a US$ 2,82 por ação no ano fiscal 2011, valor abaixo da média estimada por analistas consultados pela Thomson Reuters, de US$ 2,83. A respeito das sementes de milho premium SmartStax, cujo desempenho pressionou as ações da companhia no mês passado, a empresa disse que ainda são necessários mais dados das lavouras colhidas para determinar o sucesso do novo produto. De acordo com Charlie Rentscheler, vice-presidente sênior do banco de investimento Morgan Joseph & Co., no próximo ano fiscal a companhia deverá fazer um esforço para vender o mix de produtos já existente na medida em que reduz suas expectativas para o SmartStax. "Não será um ano para o lançamento de novos produtos", disse. Analistas co Goldman Sachs disseram em nota a clientes que o resultado da companhia foi afetado pelo aumento nos custos operacionais e de pesquisa e desenvolvimento. As informações são da Dow Jones.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.