Posco alerta para lucro menor no 2o semestre por preços em queda

Por Cho Mee-young

SEUL (Reuters) - A Posco, terceira maior siderúrgica do mundo, alertou que seu lucro no segundo semestre pode cair em 30 por cento depois de apresentar seu segundo melhor resultado trimestral nesta terça-feira, com os preços do aço podendo recuar pelo enfraquecimento da demanda chinesa.

"A Posco pode sofrer uma queda na margem de lucro no trimestre de julho a setembro, uma vez que os custos do minério de ferro subiram enquanto o preço do aço pode ganhar menos em um mercado mais fraco", disse Kenji Okamoto, analista sênior da Moody's em Tóquio.

A companhia sul-coreana elevou sua meta de vendas em 2010 para 33,5 trilhões de wons (27,8 bilhões de dólares) para refletir uma alta de 32 por cento nos preços até o momento este ano, mas vê o lucro operacional em 5,6 trilhões de wons, sugerindo que o lucro no segundo semestre pode cair em 30 por cento contra o primeiro.

"Há receios sobre as operações no segundo semestre principalmente devido à fraca demanda chinesa e o desaquecimento econômico global... os preços do aço podem até cair", disse o vice-presidente financeiro da Posco, Choi Jong-tae, a analistas.

No segundo trimestre, o lucro operacional da Posco ficou em 1,84 trilhão de wons (1,53 bilhão de dólares), acima da previsão de 1,73 trilhão de wons, segundo a Thomson Reuters I/B/E/S.

O lucro foi 11 vezes maior ante os 170 bilhões de wons apurados em igual período do ano passado, refletindo o melhor desempenho da companhia desde o ganho de 1,98 trilhão de wons no trimestre findo em setembro de 2008.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.