O diretor de Abastecimento e Refino da Petrobras, Paulo Roberto Costa, disse hoje que as vendas de derivados aumentaram 12% no primeiro semestre deste ano, ante igual período do ano passado

selo

O diretor de Abastecimento e Refino da Petrobras, Paulo Roberto Costa, disse hoje que as vendas de derivados aumentaram 12% no primeiro semestre deste ano, ante igual período do ano passado. Segundo ele, as vendas deverão bater o recorde de crescimento em 2010. O resultado será puxado especialmente por gasolina, diesel e querosene de aviação. De acordo com o executivo, o aumento reflete o crescimento da economia e "o extraordinário, vertiginoso aumento do transporte aéreo". Em entrevista antes da abertura do evento Rio Oil & Gas, no Riocentro, Costa explicou que a gasolina - cujas vendas tinham crescido muito nos seis primeiros meses deste ano e mostraram alguma acomodação no início da segunda metade - voltou a ter um ritmo mais acelerado de comercialização, com a elevação do preço do etanol em alguns Estados do País. Costa destacou ainda o recorde que, segundo ele, deverá ser registrado em 2010 nas vendas de asfalto que, pela primeira vez, deverão superar a marca anual de 3 milhões de toneladas. Segundo o diretor, as vendas de asfalto estão sendo impulsionadas pela construção de novas estradas e pela recuperação de rodovias. A empresa, acrescentou o executivo, está importando entre 5% e 8% do total comercializado do produto, sobretudo no Nordeste, onde é mais vantajoso o custo de importação do que seria o de transporte do produto a partir das linhas de produção do Sudeste.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.