A Petrobras encerrou o terceiro trimestre deste ano com o segundo maior lucro entre as empresas de capital aberto dos Estados Unidos e América Latina, segundo estudo da consultoria Economatica. O lucro da companhia brasileira, de US$ 4,107 bilhões, ficou apenas atrás dos US$ 4,730 bilhões da ExxonMobil.

_CSEMBEDTYPE_=inclusion&_PAGENAME_=economia%2FMiGComponente_C%2FConteudoRelacionadoFoto&_cid_=1237573889684&_c_=MiGComponente_C

A terceira colocada é a Chevron Texaco, com US$ 3,831 bilhões. A Vale, com lucro de US$ 1,689 bilhão nos três meses encerrados em setembro, ficou na vigésima segunda colocação no mesmo ranking. A petroleira e a mineradora foram as únicas empresas da América Latina citadas nesta lista. Todas as demais são norte-americanas.

Entre os 25 maiores lucros de empresas de capital aberto da América Latina estão 15 companhias brasileiras, cinco mexicanas, duas chilenas, duas argentinas e uma peruana.

Além de Petrobras (primeira colocada) e Vale (segunda colocada), também estão neste ranking, na sequência: Itaú Unibanco, na quarta posição, com lucro de US$ 1,276 bilhão; Banco do Brasil, em 5º lugar, com ganho de US$ 1.113 bilhão; Bradesco, 6º, com US$ 1,018 bilhão; AmBev, 7º, com US$ 692 milhões, CSN, 8º, com US$ 647 milhões; Itaúsa, 9º, com US$ 481 milhões; Braskem, 10º, com US$ 363 milhões; Telefônica, 12º, com US$ 338 milhões; Cemig, 14º, com US$ 319 milhões; Gerdau, 17º, com US$ 311 milhões; Usiminas, 20º, com US$ 255 milhões; Eletrobrás, 21º, com US$ 255 milhões; e Santander Brasil, 25º, com US$ 233 milhões.

O estudo considerou o lucro em dólares, calculado considerando os valores do trimestre em moeda local divididos pelo dólar do dia 30 de setembro de 2009. No caso do Brasil foi utilizado o Dólar Ptax (taxa média calculada pelo Banco Central).

Leia também:

Leia mais sobre Petrobras

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.