Publicidade
Publicidade - Super banner
Empresas
enhanced by Google
 

Petrobras planeja antecipar produção de Tupi para outubro

A Petrobras planeja antecipar a produção de Tupi, prevista inicialmente para dezembro. O diretor de Exploração e Produção da estatal, Guilherme Estrella, disse que o piloto de produção poderá começar em outubro, mês em que o navio contratado para o projeto chegará ao local. A previsão é produzir 100 mil barris no primeiro campo produtor do pré-sal da bacia de Santos.

Redação Economia |

 

Para antecipar a produção, a Petrobras terá de declarar a comercialidade do bloco. A declaração marca a passagem da fase de exploração para a etapa de desenvolvimento e produção do bloco, conforme determinam as regras da Agência Nacional do Petróleo (ANP).
 
Estrella afirmou que a companhia tem trabalhado intensamente em Tupi para declarar a comercialidade do bloco que originou o campo. O prazo para entregar a comercialidade vence em dezembro, mas a Petrobras poderá antecipá-lo para iniciar o piloto de Tupi antes do previsto.

Normalmente, para manter a concessão integral da área, as petroleiras têm de provar a existência de petróleo no local e cumprir planos de exploração firmados com a reguladora.

Tupi é um dos campos descobertos no bloco BM-S-11. Para explorá-lo, a Petrobras se associou à inglesa BG e à portuguesa Galp. A estatal possui 65% do bloco, enquanto BG e Galp detêm respectivamente 25% e 10% de participação nos campos.

Para o projeto piloto, a Petrobras contratou, segundo a assessoria de imprensa, outro navio flutuante, operado empresa Modec. O navio, em obras na China, levará o nome de FPSO Cidade de Angra dos Reis. Em 2012 deverá entrar em operação o segundo projeto piloto de produção no pré-sal da Bacia de Santos, que será instalado na área de Guará, no bloco BMS- 9 (vizinho à área originária de Tupi) e terá capacidade para produzir 120 mil barris de petróleo e 5 milhões de metros cúbicos de gás por dia.

 

A Petrobras estima que os campos do pré-sal de Santos produzam 1,8 milhão de barris em 2020. Além do piloto de Tupi, que deve extrair 100 mil barrris de petróleo por dia ainda neste ano, a estatal aguarda duas plataformas para Guará e outro poço ao norte de Tupi. Até o final da década, dez plataformas devem produzir na nova província de Santos.

 

As reservas estimadas na região variam de 9 bilhões a 16 bilhões de barris de petróleo, sendo Tupi o maior campo, com jazidas que podem conter de  5 bilhões a 8 bilhões de barris. A Petrobras já informou estimativas também de Guará (1,1 bilhão a 2 bilhões de barris) e Iara (3 bilhões a 4 bilhões de barris).

 

Leia tudo sobre: petrobraspré-saltupi

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG