Tamanho do texto

Executivos das duas companhias devem detalhar hoje como será o encaminhamento e os próximos passos da operação que unirá as aéreas

O ministro da Defesa, Nelson Jobim, recebe na tarde desta terça-feira em seu gabinete o presidente da TAM S/A, Marco Bologna, e o vice-presidente executivo da LAN Airlines, Enrique Cueto, que também é vice-presidente executivo da Latam, a nova companhia que resultará da fusão das duas companhias aéreas.

O ministro quer que os executivos das duas companhias detalhem como será o encaminhamento e os próximos passos da operação que unirá as aéreas. O presidente da TAM Linhas Aéreas, Líbano Barroso, também participará da reunião.

Jobim também solicitou à Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) que analise os termos do contrato para que verifique, do ponto de vista da legislação brasileira, se todas as regras legais estão sendo cumpridas na fusão.

A legislação brasileira para o setor estabelece que a participação de capital estrangeiro nas companhias aéreas é de 20%. O governo, no entanto, encaminhou ao Congresso, em março, uma proposta ampliando para 49% o limite para participação de estrangeiros.

O Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade), também está atento à operação entre a TAM e a LAN. O Cade deve avaliar amanhã outro caso envolvendo a TAM, na compra das ações da Pantanal Linhas Aéreas.

(Com agências)

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.