Publicidade
Publicidade - Super banner
Empresas
enhanced by Google
 

Juiz ordena Petrobras a pagar US$ 639 mi à Astra Oil nos EUA

HOUSTON - Um juiz federal do Texas ordenou a Petrobras America Inc, o braço norte-americano da estatal Petrobras, a pagar mais de US$ 639 milhões à Astra Oil, confirmando uma decisão de 2009 de uma comissão de arbitragem. A sentença, datada de 10 de março, confirmou uma decisão de abril de 2009 do Centro Internacional para Resolução de Disputas de que a Petrobras devia essa quantia à Astra Oil pela metade que cabia à Astra na refinaria Pasadena, com capacidade de 100 mil barris por dia, e uma parceria comercial.

Reuters |

_CSEMBEDTYPE_=inclusion&_PAGENAME_=economia%2FMiGComponente_C%2FConteudoRelacionadoFoto&_cid_=1237561686984&_c_=MiGComponente_C

A Astra é uma unidade da corporação belga Transcor Astra Group, segundo a sentença.

A Petrobras comprou uma participação de 50% na refinaria em 2006 por US$ 360 milhões. Porém mais tarde, as empresas discordaram sobre o ritmo de investimentos para ampliar a planta, e a Astra exerceu seu direito de colocar seu patrimônio à venda para a Petrobras.

No entanto, a Petrobras se recusou a reconhecer tal direito, e a disputa chegou ao comitê de arbitragem. O painel ordenou que a Astra transferisse seus direitos de propriedade aos ativos e que a Petrobras pagasse US$ 639,1 milhões.

A Astra cumpriu a ordem em abril do ano passado, enquanto a Petrobras contestou a sentença.

O presidente da Petrobras, José Sergio Gabrielli, confirmou em Houston nesta semana que a estatal brasileira controlava 100% da refinaria.

O juiz norte-americano Ewing Werlein se manifestou a favor da Astra e confirmou a sentença arbitral. Ele também ordenou a Petrobras a pagar os honorários do advogado da Astra, que ainda têm de ser apresentados.

(Reportagem de Kristen Hays)

Leia tudo sobre: petrobras

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG