Disputa dará prêmios em dinheiro para os melhores planos de negócios enviados por estudantes universitários

O Presidente da Intel Corporation, Paul Otellini, disse nesta terça-feira que a inovação e os investimentos em tecnologias de informação e comunicação acelerarão a recuperação econômica e a criação de empregos em todo o mundo. Durante discurso no Congresso Mundial de TI em Amsterdã, Otellini também revelou novos investimentos da empresa em educação. “Retomar o crescimento econômico sustentável significa adotar uma visão de longo prazo com a mentalidade em investimentos”, disse.

Para alimentar a inovação mundial e preparar a próxima geração de empreendedores, Otellini anunciou o Intel Challenge 2010, uma competição que fornecerá prêmios em dinheiro para os melhores planos de negócios enviados por estudantes universitários para ajudar a transformar as ideias em empreendimentos.

Segundo a empresa, os planos de negócios serão julgados com base no potencial para impactar positivamente a sociedade e dar retorno aos investidores por meio da comercialização de novas tecnologias em áreas como semicondutores, mobilidade e wireless, nanotecnologia e ciências da vida. Atualmente, o Intel Chalenge abrange Europa, Ásia, América do Norte e América do Sul. Para 2010, a competição será ampliada para a Europa com novas parcerias com instituições e participantes da França, Alemanha e Inglaterra.

Inscrições

As inscrições para a competição são feitas por meio de uma rede de universidades, incluindo mais de 150 faculdades que oferecem aulas de empreendedorismo com profissionais treinados pela Intel por meio de um currículo focado na inovação. A Intel espera que a competição anual receba mais de 10 mil inscrições de planos de negócios ao longo dos próximos três anos.

Os vencedores competirão no Intel + Berkeley Technology Entrepreneurship Challenge na Universidade da Califórnia em novembro. O vencedor também será escolhido para participar do Seminário Anual da Intel Capital para CEOs com a finalidade de fazer contatos e aprender sobre as oportunidades com aproximadamente 600 CEOs e executivos das empresas do portfólio que fazem parte das empresas Global 2000.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.