Tamanho do texto

Imprensa divulgou que mineradora havia proposto aumentar os preços do minério de ferro vendido a siderúrgicas chinesas

A mineradora brasileira Vale negou as notícias divulgadas pela imprensa na quinta-feira de que tinha proposto aumentar os preços do minério de ferro vendido a siderúrgicas chinesas no terceiro trimestre. "A Vale esclarece que os preços para o terceiro trimestre serão baseados na média do índice de preços do mercado à vista para o período entre 1º de março a 31 de maio e, portanto, não estão definidos ainda", disse a empresa. "Qualquer número sugerido é especulação ou projeção de analistas de mercado", acrescentou a companhia no e-mail.

Uma reportagem da agência de notícias russa Interfax, citando um executivo do grupo chinês Wuhan Iron and Steel, que não foi identificado, afirmou que a Vale estava propondo um aumento de preços de 23% sobre o valor adotado no segundo trimestre, para US$ 160,00 por tonelada de minério de ferro.

Reportagens divulgadas pela imprensa da China lançaram dúvidas sobre o aumento proposto pela Vale. Segundo as reportagens, outros executivos não identificados grupo chinês disseram que nunca tinham recebido uma proposta nesse sentido da mineradora brasileira. As informações são da Dow Jones.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.