Publicidade
Publicidade - Super banner
Empresas
enhanced by Google
 

Produção da Petrobras cai 2,6% com parada de plataformas

Em setembro, a estatal produziu 2,529 milhões de barris de óleo e gás por dia, contra 2,598 mil barris em agosto

AE |

selo

A Petrobras produziu em setembro uma média de 2,529 milhões de barris de óleo equivalente (somado ao gás) por dia, o que significa uma queda de 2,6% ante os 2,598 mil barris de óleo equivalente por dia de agosto e redução de 1,6% na comparação com os 2,572 milhões de barris de óleo equivalente por dia verificados em setembro de 2009.

Considerando apenas as atividades no Brasil, a estatal brasileira de petróleo produziu uma média de 1,943 milhões de barris de petróleo por dia (bpd), volume 3,9% abaixo da produção de agosto, que foi de 2,022 milhões de bpd e baixa de 2,99% em relação aos 2,003 milhões de bpd de setembro de 2009.

Em comunicado, a Petrobras afirma que a retração é resultado de paradas programadas da UPGN II (Urucu), plataformas P-35 (Marlim), PGP-1 (Garoupa) e P-33, sendo esta última por solicitação da Agência Nacional do Petróleo (ANP). Em agosto passado, a agência reguladora determinou a suspensão das operações da plataforma P-33, do Campo de Marlim, na Bacia de Campos, alvo de denúncias sobre condições precárias de segurança.

No exterior, a produção de petróleo alcançou os 153,6 mil bpd, alta de 1,3% ante a produção de agosto, que foi de 151,6 mil bpd.

A produção média de gás natural no Brasil, excluindo o volume liquefeito, foi de 53,773 milhões de metros cúbicos por dia (m³/d), alta de 2,65% ante os 52,384 milhões de m³/d de agosto e alta de 4,7% frente os 51,357 milhões de m³/d de setembro do ano passado. Já no exterior, a produção média de gás natural ficou em 15,955 milhões de m³/d, ante os 16.170 milhões de m³/d do mês anterior.

Leia tudo sobre: ECONOMICOECONOMIA

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG