Ações ordinárias da companhia operam em queda no pregão da Bolsa de Valores de São Paulo

A OGX Petróleo e Gás, do grupo do empresário Eike Batista, informou hoje que concluiu a perfuração do poço 1-OGX-12-SPS, localizado no bloco BM-S-57, em águas rasas da Bacia de Santos, e que encontrou apenas "ocorrências de hidrocarbonetos não comerciais".

 A OGX detém 100% de participação neste bloco. Segundo a empresa, a perfuração do poço, chamado de Niterói, atingiu uma profundidade total de 5.074 metros. Foram encontrados reservatórios carbonáticos da seção albiana com boas condições permo-porosas, porém com "selo não eficaz" - ou seja, ele não tem uma estrutura que permita a acumulação do petróleo.

O empresário Eike Batista: poço de petróleo da OGX Petróleo e Gás na Bacia de Santos não é comercializável
Agência Estado
O empresário Eike Batista: poço de petróleo da OGX Petróleo e Gás na Bacia de Santos não é comercializável

As ações ordinárias da OGX Petróleo operavam em queda de 1,78%, às 12h26, no pregão da Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa), cotadas a  R$ 17,68.

A OGX explica que "o sistema petrolífero está ativo", pois foram encontrados "dois intervalos de reservatórios carbonáticos de pequenas espessuras com indícios de hidrocarbonetos nas seções aptiana e barremiana".

 De acordo com a companhia, as informações adquiridas neste poço são de grande importância para a "calibração do novo modelo geológico para a região". "O post-mortem do poço nos leva a crer que a falta de selo tenha sido a causa da inexistência de uma acumulação comercial de hidrocarbonetos. O fato de termos encontrado bons reservatórios e confirmado a existência de sistema petrolífero ativo nesta parte da bacia é muito positivo, pois diminui o risco em futuros poços", comentou em comunicado o diretor geral da OGX, Paulo Mendonça.

O executivo disse ainda que, após uma campanha altamente bem sucedida com descobertas nos 14 primeiros poços anunciados, a perfuração do poço Niterói tinha como maior objetivo testar um "modelo geológico novo". O poço OGX-12 situa-se a aproximadamente 95 quilômetros da costa, onde a lâmina d'água é de cerca de 150 metros. A sonda utilizada ali será deslocada para o bloco BM-S-56 e perfurará o prospecto Belém.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.