Presidente da Bolívia anunciou decisão em ato de celebração do Dia dos Trabalhadores

O presidente da Bolívia, Evo Morales, decretou neste sábado a nacionalização de uma cooperativa local e de três empresas geradoras de energia com sócios internacionais, durante um ato realizado numa usina elétrica no centro do país pelo Dia dos Trabalhadores.

As sociedades nacionalizadas são a Corani, que é 50% da Ecoenergy International, subsidiária da francesa GDF Suez; a Guaracachi, cuja sócia principal é a britânica Rurelec PLC, e Valle Hermoso. Metade das ações desta pertence à Bolivian Generating Group, da empresa Panamerican da Bolívia.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.