Tamanho do texto

SÃO PAULO - O consumo de energia elétrica no país subiu 10,5% em maio, na comparação com o mesmo período de 2009. O resultado corresponde à segunda maior taxa de crescimento do ano, atrás apenas do avanço de 10,7% registrado em fevereiro, informou hoje a Empresa de Pesquisa Energética (EPE).

SÃO PAULO - O consumo de energia elétrica no país subiu 10,5% em maio, na comparação com o mesmo período de 2009. O resultado corresponde à segunda maior taxa de crescimento do ano, atrás apenas do avanço de 10,7% registrado em fevereiro, informou hoje a Empresa de Pesquisa Energética (EPE). No acumulado dos cinco primeiros meses do ano, a demanda avançou 9,7%, puxada por uma evolução de 13,6% no consumo das indústrias, dentro de um contexto de recuperação do setor após a crise financeira. A região Nordeste foi destaque no balanço de maio, marcando um aumento de 14,6% em relação ao mesmo mês de 2009. Na sequência, aparece o Norte, com alta de 10,7% nessa base de comparação. No Sudeste, região responsável pelo maior consumo de energia elétrica no Brasil, a alta foi de 10,5%. Com desempenho mais tímido, a demanda no Centro-Oeste e no Sul evoluiu 5% e 8%, respectivamente. No relatório, a EPE informa que revisou de 7% para 7,7% a previsão ao crescimento do consumo de energia elétrica neste ano. A nova estimativa segue a expansão de 9% da economia brasileira no primeiro trimestre e os bons números registrados pelo setor elétrico até maio, além da tendência de expansão do Produto Interno Bruto (PIB) em 2010, que poderá superar 7%, segundo as projeções do mercado financeiro. Segundo a projeção, a demanda por energia no setor industrial deverá puxar o crescimento, com uma alta de 10,3% na demanda. Para as classes residencial e comercial, espera-se uma expansão ao redor de 6%. (Eduardo Laguna | Valor)

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.