Apenas em eólica, os 425 empreendimentos inscritos gerarão o equivalente à Belo Monte; leilão acontecerá em 19 de agosto

A Empresa de Pesquisa Energética (EPE) informou hoje que foram inscritos 517 empreendimentos para o leilão de fontes alternativas que será realizado no dia 19 de agosto. Juntos, os projetos somam 15.774 megawatts (MW) de capacidade instalada proveniente de centrais eólicas, termelétrica à biomassa (bagaço de cana-de-açúcar, resíduos de madeira e capim elefante) e pequenas centrais hidrelétricas (PCHs).

Somente os projetos de geração eólica, são 425 empreendimentos com capacidade de 11.214 MW, o equivalente à potência da hidrelétrica de Belo Monte, no rio Xingu (PA). O leilão ainda contará 68 projetos de fontes de biomassa, com 4.170 MW, e 24 PCHs, com 390 MW.

O leilão prevê contratação da energia que for ofertada pelo menor preço às distribuidoras. O início do fornecimento começará em janeiro de 2013. Dos projetos cadastrados, 478 (14.529 MW) já haviam sido inscritos para o leilão de energia de reserva, previsto para os dias 18 e 19 de agosto. Os empreendedores poderão escolher a licitação que querem participar.

A EPE informou que foram inscritos mais 39 projetos, com capacidade instalada de 1.209 MW no cadastramento aberto exclusivamente para o leilão de fontes alternativas. Destes, 26 são de centrais eólicas (645 MW), sete são de termelétricas à biomassa (429 MW) e seis são de PCHs (135 MW). Por meio de nota, o presidente da EPE, Mauricio Tolmasquim, afirmou que a grande quantidade de projetos inscritos garantirá uma forte competição, o que deverá permitir a aquisição de energia gerada por fontes renováveis a preços competitivos. (Rafael Bitencourt | Valor)

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.