Empreendimento será construído na cidade chinesa de Tianjin

selo

A China e a Rússia concordaram em investir cerca de US$ 5 bilhões numa refinaria de petróleo na cidade chinesa de Tianjin, fortalecendo os laços no setor de energia. A refinaria - joint venture entre a China National Petroleum Corp., com 51% de participação, e a russa Rosneft, com 49% - terá capacidade de 260 mil barris diários.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.