Publicidade
Publicidade - Super banner
Empresas
enhanced by Google
 

Atraso nas linhas do Madeira pode elevar geração de energia térmica

RIO - Se houver atraso na construção das linhas de transmissão das usinas do Rio Madeira, haverá a necessidade de elevar a geração de energia elétrica por usinas térmicas no país

Valor Online |

. O diretor-presidente do Operador Nacional do Sistema (ONS), Hermes Chipp, disse que, devido ao tamanho da geração das usinas, a demora na construção das linhas preocupa. "As linhas do Madeira sempre preocupam, porque você vai ter 6 mil megawatt (MW) disponíveis", disse. Se a área de geração de energia for antecipada, conforme vem acontecendo com a maioria dos empreendimentos hidrelétricos, no final do ano que vem já será necessário ter as linhas de transmissão funcionando, cuja construção está demorando devido ao licenciamento ambiental. Além disso, a preocupação de Chipp com relação às linhas não é apenas ambiental. "A gente está preocupado também com outros tipos de problemas que não só o ambiental, como o de construção. São linhas que exigem inovação tecnológica, são 500 quilômetros de rede contínua. Embora os fabricantes sejam de grande porte, com experiência, isso sempre preocupa, pela característica da transmissão. E pela distância da região, pela possibilidade de algum fenômeno climático", disse o diretor-presidente. No entanto, ele considerou os projetos das usinas do Rio Madeira, de Santo e Jirau e de Belo Monte essenciais. "São projetos tão vitais que esses grandes transtornos não podem acontecer, têm que ser evitados a qualquer custo. Quando você põe uma geração de grande escala, você tem que apostar tudo nela. E tem que trabalhar para ela não falhar", acredita. (Juliana Ennes | Valor)

Leia tudo sobre: Empresas

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG