Aumento das vendas no mercado interno e estabilização dos custos foram fatores que consolidaram crescimento da empresa no período

A Vulcabras/azaleia, maior empresa de calçados da América Latina, apresentou um lucro líquido de R$ 33 milhões no segundo trimestre deste ano, recuperando os prejuízos do mesmo período do ano anterior, quando as perdas da companhia somaram mais de R$ 10 milhões no segundo trimestre de 2009. Aumento das vendas no mercado interno, alavancadas por novos lançamentos, e estabilização nos custos foram algumas das razões responsáveis pelo bom desempenho da companhia nos seis primeiros meses de 2010.

A receita líquida da companhia cresceu 24% no primeiro trimestre do ano, na comparação com o mesmo período do ano anterior e alcançou a margem de R$ 475,6 milhões. Já no semestre, o faturamento somou mais de R$ 1 bilhão.

O volume das vendas também avançou no período. Foram vendidos 21,5 milhões de pares de calçados, alta de 21,5% em relação ao segundo trimestre de 2009. Os calçados são responsáveis por mais de 90% da receita da companhia.

Segundo Milton Cardoso, presidente da empresa, o ritmo de crescimento nos próximos trimestres do ano deve ser mantido. Nos últimos 12 meses, a companhia gerou mais de nove mil empregos, consolidando sua posição como a maior empregadora do setor no Brasil, com mais de 44 mil colaboradores

No semestre, a Vulcabras/azaleia investiu R$ 49,1 milhões. Cerca de 50% do montante foram destinados para aquisição de máquinas e equipamentos e na modernização e atualização do parque tecnológico da companhia.

Há três anos, a Vulcabras comprou a Azaleia e herdou uma série de contingências judiciais. Somente no último trimestre, as despesas para regularização de algumas pendências da Azaleia custaram R$ 5,7 milhões à companhia.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.