Grupo brasileiro terá até 70% de projeto mineral no qual poderá aplicar 20 milhões de dólares canadenses em cinco anos

A Votorantim Metais (VM) concordou em participar em parceria com outros dois grupos de um projeto de exploração de zinco no Canadá.

A empresa do grupo controlada pela família Ermírio de Moraes exerceu a opção que lhe garantirá participação de 50% do projeto de mineração do campo de Bathurst. Os direitos minerais estão situados perto da cidade de mesmo nome, na província de New Brunswick, no nordeste do Canadá.

A VM vai investir 10 milhões de dólares canadenses em trabalhos de exploração do mineral nos próximos cinco anos. A empresa terá como sócia a canadense El Nino Ventures e a mineradora Xstrata, com sede na Suíça.

A Votorantim Metais poderá aumentar essa fatia para 70% nos dois primeiros anos caso aplique mais 10 milhões de dólares canadenses em pesquisas geológicas. Neste caso, a El Nino e a Xstrata reduzirão suas participações de 25% para 15%. A empresa brasileira tem filial na cidade canadense de Toronto.

Em julho do ano passado, a VM havia assinou um memorando de entendimentos, agora finalizado.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.