Tamanho do texto

Recursos serão usados em oito novas fábricas de cimento; até 2013, investimentos entre 2007 e 2013 somarão R$ 5 bilhões

O grupo Votorantim anunciou a construção de oito novas fabricas de cimento que exigirão investimentos de R$ 2,5 bilhões entre 2010 e 2013. No período entre 2007 e 2013, os investimentos somarão um total de R$ 5 bilhões.

O investimento será feito tendo em vista a demanda de crescimento futuro da economia brasileira. "O cenário nos leva a acreditar que o consumo ira crescer 5% ao ano nos próximos anos", diz Walter Schalka, presidente da Votorantim Cimentos, maior empresa brasileira no setor.

Os projetos das novas fábricas estão localizadas no Maranhão (inauguração prevista para 2011), Goiás (2012) Mato Grosso (2012), Paraná (2012), Ceará (2011), Bahia (2013) e duas unidades no Pará (2013).

Expansão da Votorantim Cimentos

Cronograma de construção das novas fábricas (em mil toneladas)

Gerando gráfico...
Votorantim Cimentos

Com essas fábricas, a Votorantim acrescentará quase 10 milhões de toneladas à sua atual capacidade de produção, que é de 32 milhões de toneladas atualmente. Até 2013, a Votorantim Cimentos chegará a 35 fábricas no Brasil.

Segundo o executivo, a demanda brasileira por cimento chegou a 53 milhões de toneladas nos últimos 12 meses, o que faz com que o consumo per capita chegue a 280 quilos por habitantes. "Em países com o mesmo desenvolvimento que o Brasil o consumo chegar a 300 quilos, o que significa a existência de um potencial de crescimento para os próximos anos."

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.