SÃO PAULO - As vendas de materiais de construção no varejo cresceram 8,5% em julho em relação ao mesmo período do ano passado. Na comparação com junho, mês de pouco movimento nas lojas por conta da Copa do Mundo, o aumento foi de 4%, segundo pesquisa feita pelo Ibope a pedido da Associação Nacional dos Comerciantes de Material de Construção (Anamaco).

SÃO PAULO - As vendas de materiais de construção no varejo cresceram 8,5% em julho em relação ao mesmo período do ano passado. Na comparação com junho, mês de pouco movimento nas lojas por conta da Copa do Mundo, o aumento foi de 4%, segundo pesquisa feita pelo Ibope a pedido da Associação Nacional dos Comerciantes de Material de Construção (Anamaco). Os números ficaram abaixo das expectativas dos lojistas, mas, na avaliação da Anamaco, mostram que muitos deles já conseguiram recuperar as vendas, que no mês de junho registraram a primeira queda do ano, de 5,5% sobre maio. O destaque ficou por conta do segmento de telhas e caixas d´água de fibrocimento, com aumento nas vendas de 8,8% em relação ao mês anterior. As vendas de tubos e conexões de PVC e de argamassas e rejuntes tiveram crescimento de 4,7% e 6%, respectivamente. No acumulado do ano até julho, o segmento de material de construção cresceu 9,6% sobre a mesma base de comparação. A expectativa da Anamaco é de que o setor encerre o ano com expansão de 11% sobre 2009, quando bateu recorde de faturamento (R$ 45 bilhões). (Ana Luísa Westphalen | Valor)

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.