Publicidade
Publicidade - Super banner
Empresas
enhanced by Google
 

Vendas das marcas da GM sobem em junho nos EUA

A montadora americana General Motors reportou que as vendas nos Estados Unidos das quatro marcas que a companhia manterá após a reestruturação aumentaram 36% em junho, em bases anuais, impulsionadas pelas fortes vendas de crossovers e alguma recuperação das picapes e dos veículos utilitários esportivos

AE |

A montadora americana General Motors reportou que as vendas nos Estados Unidos das quatro marcas que a companhia manterá após a reestruturação aumentaram 36% em junho, em bases anuais, impulsionadas pelas fortes vendas de crossovers e alguma recuperação das picapes e dos veículos utilitários esportivos. O vice-presidente de vendas da montadora nos EUA, Don Johnson, afirmou que a recuperação das vendas de caminhonetes foi um fator chave para os resultados de junho. Entre as quatro marcas da GM remanescentes, a Buick e a GMC lideram as vendas no mês passado, com aumentos de 53% e 45%, respectivamente, em bases anuais. As vendas da Chevrolet subiram 32%, enquanto as da Cadillac avançaram 39%. Segundo a montadora, as vendas combinadas dessas quatro marcas totalizaram 194.828 veículos em junho, o nono mês consecutivo de elevações, na comparação anual. As vendas no varejo das quatro marcas aumentaram no mês passado, lideradas pelo aumento de 35% das vendas da Cadillac. As vendas de crossovers subiram em comparação com o mesmo mês do ano passado. O mês de junho teve 25 dias de vendas, o mesmo número de junho de 2009. Os estoques de veículos da montadora nos EUA totalizaram cerca de 438 mil unidades até o final de junho, volume 7,4% superior ao registrado em maio do ano passado, mas 25% menor que o volume registrado em igual mês do ano passado. O diretor do escritório financeiro da GM, Chris Liddell, afirmou que a companhia está bem posicionada para se beneficiar com a recuperação da indústria em razão dos dramáticos cortes de custos que a companhia executou por meio de seu plano de reestruturação. As informações são da Dow Jones.

Leia tudo sobre: NOTICIA

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG