O número de veículos vendidos passou de 173 mil, em abril de 2009, para quase 184 mil

As vendas da General Motors nos Estados Unidos apresentaram elevação em abril, mostrando que a recuperação no setor, apesar de ainda lenta, está em curso. A alta foi de 6,4%, sendo que as vendas saíram de 173 mil veículos no mesmo mês do ano passado, para 183,9 mil.

Os resultados da empresa foram impulsionados pelos modelos de carros recém-lançados no país, como o Chevrolet Equinox crossover e o Buick LaCrosse sedan, que representaram um em cada quatro veículos vendidos no período. "A boa notícia é que nós temos mais a apresentar, incluindo os novos Buick Regal nesta primavera e o Chevrolet Cruze no terceiro trimestre", afirmou em nota o vice-presidente de vendas das operações da GM nos EUA, Steve Carlisle.

Os dados, no entanto, decepcionaram alguns analistas, que esperavam avanço de mais de 7% no mês. A companhia, cujo desempenho foi duramente prejudicado pela crise, tenta se recuperar e no mês passado confirmou ao mercado o pagamento da dívida de US$ 8,1 bilhões com os governos dos Estados Unidos e do Canadá. Além disso, o presidente mundial da GM, Ed Whitacrea, anunciou investimentos em duas fábricas americanas para ampliar a produção. No segundo semestre do ano passado, a GM anunciou prejuízo de US$ 4,3 bilhões em suas operações mundiais.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.