Mineradora brasileira pagou US$ 92 milhões para ampliar participação na Belvedere, de 51% para 75,5%

A Vale comprou por US$ 92 milhões uma participação adicional de 24,5% no projeto de carvão Belvedere, no Estado de Queensland, na Austrália, informou a companhia nesta terça-feira em nota ao mercado. "Como resultado dessa transação, a participação da Vale em Belvedere passa de 51% para 75,5%", afirmou a mineradora em comunicado.

De acordo com estimativas preliminares da Vale, Belvedere terá potencial para alcançar capacidade de produção de até 7 milhões de toneladas métricas de carvão metalúrgico por ano. A Vale destacou ainda que o "preço dessa transação foi acordado antes do anúncio realizado pelo governo australiano sobre a proposta de criação do Resource Super Profits Tax, um novo imposto a ser estabelecido sobre as empresas de mineração".

Carvão é parte importante da estratégica da mineradora, que possui operações do minério e um portfólio de projetos de exploração na Austrália e Colômbia, e participação minoritária em duas joint ventures na China. Paralelamente ao desenvolvimento do projeto Moatize em Moçambique, a Vale possui diversas iniciativas de pesquisa de carvão e exploração mineral em vários outros países, de acordo com a nota.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.