Adquirido pela Quaker em 1981, achocolatado foi vendido para a PepsiCo em 2001

A história do Toddy começou em 1916 pela família Santiago, de Porto Rico. Eles eram plantadores de cacau, mas uma tormenta acabou com toda a esperança agrícola da família, que emigrou para os Estados Unidos.

Em 15 anos, o empresário Pedro Erasmo Santiago deixou a miséria e construiu uma bebida quente, inspirada em outras duas: O escocêsToddy, que mistura mel, creme de leite, gema de ovo e uísque, e o rum caribenho Toddy com melaço de cana e cacau.

Em 1933,  Santiago obteve do governo Getúlio Vargas a permissão para a venda da bebida no Brasil - era o quarto país a comercializar o produto.

No fim dos anos 1950, um comercial, com a atriz Norma Benguell, fez um grande sucesso com o jingle: "Tomou seu Toddy hoje? ".

Santiago entrou no ramo de suco de laranja. Montou a empresa Suconasa, a primeira fábrica de concentrado e congelado de suco de laranja. A fábrica não havia começado a operar quando Santiago falaceu - a empresa, depois de um processo de concordata, foi arrematada pela família Cutrale, hoje a maior exportadora de suco do mundo.

A Toddy ficou com a família Santiago até ser vendida em 1981 para a americana Quaker Oats. No ano seguinte foi introduzido no mercado Toddynho, vendido em embalagem TetraPak. A Quaker, que também fabricava o isotônico Gatorade,  foi vendida mundialmente à PepsiCo em 2001.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.