Vitrine para mostrar, em um único espaço, modelos recém-lançados e os que chegarão em breve ao mercado, além das principais novidades tecnológicas do mundo automobilístico, o Salão do Automóvel, que ocorre a cada dois anos, deve registrar outro recorde este ano: o de exposição dos chamados carros verdes, modelos que agridem menos o meio ambiente, atualmente uma exigência na maioria dos mercados mundiais

Vitrine para mostrar, em um único espaço, modelos recém-lançados e os que chegarão em breve ao mercado, além das principais novidades tecnológicas do mundo automobilístico, o Salão do Automóvel, que ocorre a cada dois anos, deve registrar outro recorde este ano: o de exposição dos chamados carros verdes, modelos que agridem menos o meio ambiente, atualmente uma exigência na maioria dos mercados mundiais. Pelo menos dez carros elétricos ou com tecnologia híbrida (tem dois motores, um movido a gasolina ou diesel e outro elétrico) estão previstos para a mostra, mas o número pode ser maior porque várias montadoras ainda fazem segredo do que vão mostrar. Entre as presenças já confirmadas está a do Fiat Mio (ou FCC III), carro-conceito que a montadora brasileira desenvolveu com base em sugestões de consumidores. O modelo tem motor elétrico e emissão zero. A Stuttgart, responsável pela importação dos veículos Porsche no Brasil, vai mostrar o Cayenne híbrido, utilitário esportivo recém-lançado na Europa movido a gasolina e eletricidade. A intenção da empresa é testar o interesse dos consumidores locais pelo produto para futura importação. Híbrido. Único modelo híbrido à venda no País, o Mercedes-Benz S400 híbrido, que custa R$ 450 mil, também estará na mostra. Outro que está sendo testado localmente e também tem espaço reservado pela Mitsubishi é o elétrico i MiEV, já com a direção do lado esquerdo. A Citroën trará da França o Hypnos híbrido, carro-conceito a gasolina e elétrico. Já a Nissan negocia com a matriz a apresentação do Leaf, o elétrico da marca que será lançado nos Estados Unidos e na Europa no fim do ano e que deve chegar ao Brasil futuramente. A Toyota deve mostrar o híbrido Prius (que deve ser importado do México, onde começa a ser produzido no segundo semestre) e a Honda o Insight. A General Motors, que no salão de 2008 apresentou o elétrico Volt, desenvolvido pela matriz americana, ainda não definiu se terá carros verdes em seu estande este ano. A empresa confirma, por enquanto, os importados Camaro - que chegará ao mercado no fim do ano - e o novo veículo que será produzido em São Caetano do Sul ainda este ano, provavelmente a picape derivada do Agile. Outras novidades serão o Citroën Aircross, utilitário compacto derivado do C3 que será produzido no Rio, o compacto Audi A1, o J3 Sport da chinesa JAC, o Fiat Bravo com novo motor, o Renault Fluence e o Nissan March, entre muitos outros modelos.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.