Publicidade
Publicidade - Super banner
Empresas
enhanced by Google
 

Preço do aço sobe 6% em agosto, diz Usiminas

Siderúrgica alega aumento do minério de ferro para repassar reajuste; no ano, alta do aço chega a 35%

André Vieira, iG São Paulo |

A Usiminas, uma das maiores siderúrgicas do País, vai aplicar um reajuste de 3,5% a 6% em toda a sua linha de produção a partir do dia 1º de agosto. No ano, a alta acumulado do preço do aço é de 35%.

"A medida ocorre para compensar parcialmente o novo aumento de seus custos decorrente do reajuste no preço dos principais insumos produtivos", justificou a companhia, em nota.

Segundo a Usiminas, o minério de ferro consumido pela empresa sofreu reajuste de 35% em julho. Outro insumo importante, o carvão metalúrgico, que é importado pela companhia, teve aumento de 75% no mesmo mês.

Os reajustes vão ser diferenciados para cada cliente, disse a empresa, de acordo com a suas "especificidades".

Neste ano, a Usiminas já fez dois reajustes. O primeiro foi em abril da ordem de 11% a 15%, e o outro em junho de 10,75%.

As ações preferenciais da Usiminas tiveram alta de 4,27%, fechando R$ 50,79 nesta quarta-feira.

 

Leia tudo sobre: usiminasaçominério de ferro

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG