Estatal posterga oferta por dois meses; justificativa é dependência de laudo da ANP

A Petrobras avisou em nota na noite desta terça-feira que decidiu adiar a oferta pública de ações para setembro. A ideia era que a capitalização da estatal fosse feita até o fim de julho.

Segundo a estatal, a decisão do adiamento ocorre porque a Agência Nacional de Petróleo (ANP)  ainda está em fase final de contratação da empresa certificadora pra emitir o laudo que será utilizado pela União para definir o valor da cessão onerosa à Petrobras dos 5 bilhões de barris. O documento deve ser entregue, segundo informou, no mês de agosto.

A intenção da Petrobras é obter os recursos para viabilizar o plano de investimentos para 2010-2014 divulgado ontem. No período, a estatal pretende aplicar US$ 224 bilhões, sem aumentar seu nível de alavancagem.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.