Se for concretizada, operação também agrega valor aos produtos da multinacional brasileira

Os ativos de Paranapanema são suficientes para aumentar em cerca de 75% a produção de cobre da Vale. A maior produtora de minério de ferro do mundo informou nesta quinta-feira que fará oferta pública de ações para adquirir até 100% das ações da empresa que foi nos anos 80 a mais procurada na Bolsa de Valores.

Por ano, a Vale produz 300 mil toneladas de concentrado de cobre a partir da mina de Sossego, em Carajás, no Pará e de duas áreas exploratórias no Canadá (Sudbury e Voisey). Dois projetos estão em fase final de desenvolvimento: um em Salobo, também em Carajás e outro em Três Valles, no Chile.

Líder na produção de cobre refinado, a Paranapanema produz 220 mil toneladas anuais de catodos de cobre. Parte desta produção é usada no processamento de outras 78 mil toneladas anuais de semi-elaborados de cobre, como tubos, barras, perfis, arames, bobinas, chapas, tiras e conexões.

“A aquisição da Paranapanema é um movimento consistente com o objetivo estratégico de acelerar o crescimento da produção de cobre, e possui significativo potencial de criação de valor para os acionistas da Vale”, cita a Vale em nota.

Vale avança na estratégia de diversificação do portfólio
Agência Estado
Vale avança na estratégia de diversificação do portfólio

Localizada em Camaçari, na Bahia, a refinaria de cobre da Paranapanema será adaptada para processar também o cobre concentrado extraído das minas da Vale, se a aquisição for concretizada. A refinaria está sendo ampliada para produzir 277 mil toneladas de catodos de cobre.

Segundo o comunicado da Vale, a operação “facilita o desenvolvimento de projetos de cobre da Vale cujos minérios registram a presença de impurezas. E continua adaptação do smelter/refinaria para o processamento desses concentrados, viável do ponto de vista técnico e econômico, melhorará as condições econômicas para tratamento destes concentrados, viabilizando desse modo a expansão mais rápida da produção do metal pela Vale ao longo dos próximos anos”.

Paranapanema possui ainda três plantas produtoras de semi-elabrados de cobre, duas localizadas em São Paulo e outra no Espírito Santo. De quebra, a aquisição permitirá à Vale acumular novos ativos para produção de fertilizantes.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.