Trabalhadores da Toyota, em Indaiatuba (SP), aprovaram em assembleia no fim da tarde de hoje a proposta de reajuste de 10,5% mais um abono salarial de R$ 2

selo

Trabalhadores da Toyota, em Indaiatuba (SP), aprovaram em assembleia no fim da tarde de hoje a proposta de reajuste de 10,5% mais um abono salarial de R$ 2.200,00, com pagamento previsto para 20 de outubro. Com o resultado da assembleia, os funcionários voltaram a trabalhar já no turno que começou às 17 horas. Eles estavam em greve desde quinta-feira passada. A Toyota tem cerca de 2 mil trabalhadores, segundo informações do Sindicato dos Metalúrgicos de Campinas e Região.

De acordo com o presidente do sindicato, Jair dos Santos, os funcionários da Mercedes-Benz, em Campinas, que começaram greve simultânea à da Toyota, mantiveram a paralisação e aguardam resposta patronal sobre pedido de reajuste de 13,8%. Os trabalhadores se reunirão assembleia às 9 horas desta quarta-feira. A Mercedes tem cerca de 800 funcionários em Campinas. A empresa confirmou, por meio de assessoria, que a paralisação atinge os setores de produção e logística.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.