Tamanho do texto

Farmacêutica brasileira tem ganho de R$ 173,5 milhões

O laboratório EMS, um dos maiores fabricantes de medicamentos de capital nacional, teve um crescimento de quase 140% em seu lucro líquido no ano passado, segundo informações de seu balanço publicado nesta terça-feira no "Diário Oficial" de São Paulo. O ganho foi de R$ 173,5 milhões, acima dos R$ 72,8 milhões do ano anterior.

A empresa, controlada pela família Sanchez, apurou receita líquida de R$ 1,36 bilhão, alta de 24% sobre o R$ 1,09 bilhão de 2008.

A EMS, com sede e fábricas em Hortolândia (SP), atua, entre outros, no segmento de medicamentos genéricos, hospitalar, similares de marca além de uma incipiente atuação no mercado internacional. No início do ano, fechou acordo com a empresa cubana Heber Biotec.

Entre suas filiais, a empresa possui escritório na cidade de San Juan, em Porto Rico.

Em comunicado divulgado à tarde, a empresa informou que obteve registro da Anvisa para produzir a versão genérica do Viagra, medicamento  da Pfizer que terá sua patente expirada no dia 20 de junho. A EMS pretende lançar o remédio o quanto antes depois deste prazo.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.