Publicidade
Publicidade - Super banner
Empresas
enhanced by Google
 

Lucro da Petrobras cresce 23% no primeiro trimestre

Estatal teve ganho de R$ 7,7 bilhões entre janeiro e março; embalada por vendas, preços e produção maiores

Sabrina Lorenzi, iG Rio de Janeiro |

A Petrobras fechou o primeiro trimestre deste ano com um lucro líquido de R$ 7,7 bilhões, montante 23% maior que o registrado no mesmo período de 2009. Entre janeiro e março do ano passado, o ganho da estatal foi de R$ 6,2 bilhões, segundo balanço financeiro divulgado na noite desta sexta-feira. O crescimento do lucro da Petrobras reflete, além do aumento do preço do petróleo, o salto das vendas de combustíveis e das exportações de óleo bruto.

"Produzimos mais, vendemos mais no mercado doméstico, exportamos mais e com preço maior", disse o diretor financeiro da estatal, Almir Barbassa.

As vendas de combustíveis no País cresceram 15% no primeiro trimestre, num total de 1,8 milhão de barris por dia. A quantidade de petróleo produzida e vendida pela Petrobras cresceu tanto no Brasil como no exterior. A produção de óleo e gás da companhia, por sua vez, aumentou 3% no primeiro trimestre em relação ao mesmo período do ano passado. Foram produzidos 1,98 milhão de barris diários de janeiro a março, em média. Em abril, a produção ultrapassou a média de 2 milhões de barris.

Selmy Yassuda
Produção de petróleo e gás da Petrobras cresceu 3% no Brasil e no exterior

Com produção maior e aumento da procura por commodities, a exportação de óleo aumentou. Com isso, o saldo comercial da empresa foi positivo em US$ 772 milhões no período - no mesmo trimestre do ano passado a balança da empresa havia ficado no vermelho, com déficit de US$ 150 milhões. A Petrobras exportou por dia uma média de 126 mil barris de petróleo de janeiro a março. Em 2009, a média foi de 100 mil barris diários.

A geração de caixa da Petrobras cresceu 12%, para R$ 15,7 bilhões no primeiro trimestre de 2010. A empresa faturou R$ 42,6 bilhões no mesmo período, numa alta de 18% em relação ao mesmo período de 2009.

"Foi um excelente desempenho. Temos resultados consistentes tanto em lucro como em produção, resultado operacional e geração de caixa", acrescentou Barbassa.

Brent dispara

O barril de petróleo tipo Brent, negociado na bolsa de Londres, passou de US$ 44, no primeiro trimestre de 2009, para US$ 76, no primeiro trimestre de 2010, o que, segundo a empresa,  "compensou a redução dos preços do diesel e da gasolina no mercado interno".

A produção de óleo cresceu com a interligação de novos poços ao FPSO Cidade de Vitória, no campo de Golfinho, no Espírito Santo; a operação de novos poços no campo de Marlim Leste, além do início do teste de longa duração (TLD) nos campos de Tiro e Sidon. No exterior, a produção de petróleo e gás natural alcançou 237 mil barris de óleo equivalente por dia (óleo e gás), com aumento de 13%, graças ao início da produção em Akpo, na Nigéria.

Real forte reduz custo de extração

Houve aumento do custo de extração em dólares, mas, em reais, o mesmo item apresenta queda de 5%. Com o fortalecimento da moeda local, gastos com material estrangeiro diminuíam.

O endividamento da Petrobras aumentou, diante da necessidade de captação de recursos frente aos pesados investimentos que a empresa precisa fazer para explorar o pré-sal. A dívida da companhia encerrada no primeiro trimestre de 2010 ficou 13% acima da registrada em 31.12.2009. Mas o passivo, como informa a Petrobras, manteve-se dentro do nível desejado de 25% a 35%", alcançando 32% sobre o patrimônio líquido.

Leia tudo sobre: Petrobrasbalançolucro

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG