Tamanho do texto

Com o avanço, ganho da companhia no período chegou a US$ 3,4 bilhões; vendas em mercados emergentes serão ampliadas

O lucro da International Business Machines (IBM) subiu 9,1% no segundo trimestre, com a gigante de tecnologia sendo beneficiada pelo aumento na receita com software e serviços e forte demanda nos mercados emergentes. A IBM apresentou lucro líquido US$ 3,39 bilhões, ou US$ 2,61 por ação, no segundo trimestre. No mesmo período de 2009, o ganho foi de US$ 3,1 bilhões, ou US$ 2,32 por ação.

A receita subiu 2% para US$ 23,72 bilhões. Às 17h55 (horário de Brasília), a ação da IBM caía 3,92%, para US$ 124,70, porque o crescimento da receita não foi tão forte quanto se esperava. Os analistas esperavam lucro de US$ 2,58 por ação e receita de US$ 24,17 bilhões.

A companhia também informou que espera que seu lucro este ano suba para "pelo menos" US$ 11,25 por ação, em seu segundo aumento na projeção. Em abril, a IBM projetava lucro de pelo menos US$ 11,20. Wall Street esperava um aumento levemente maior, já que, na média, os analistas preveem lucro de US$ 11,27, segundo pesquisa da Thomson Reuters.

A companhia, que se beneficia há anos de ter centrado suas atividades em software e serviços, distanciando-se de hardware, tem afirmado que planeja ser mais agressiva em relação às aquisições. Outro foco da empresa é vender tecnologia e serviços em mercados emergentes como Rússia, Brasil, Índia e China.

A IBM disse que a receita dos mercados em crescimento cresceu 14% no segundo trimestre e representou 20% do total. No primeiro semestre do ano, a receita dos mercados em crescimento se igualou ao total dos países da zona do euro pela primeira vez. As informações são da Dow Jones.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.