Goro produz primeiras quantidades de níquel, diz Vale

SÃO PAULO (Reuters) - A mineradora brasileira Vale informou nesta segunda-feira que a unidade de Goro, na Nova Caledônia (sul do Pacífico), produziu as primeiras quantidades de produtos de metal de níquel.

Goro é um dos maiores depósitos de níquel laterítico no mundo e a Vale investiu aproximadamente 4 bilhões de dólares no projeto, que teve seu início de produção adiado algumas vezes.

Segundo a mineradora, o projeto de Goro tem capacidade nominal para produzir anualmente 58 mil toneladas de níquel e 4 mil toneladas de cobalto como subproduto.

"O trabalho de comissionamento das operações do Goro está quase completo. Ele continuará a ser executado nos próximos meses, esperando-se que a refinaria esteja em operação até o final do ano", acrescentou a companhia em comunicado enviado ao mercado.

Em abril, um acidente com um vazamento de ácido na unidade causou novo atraso no cronograma. A última previsão da companhia para o início de produção havia sido o segundo trimestre desse ano.

O projeto de Goro tem sido acompanhado de perto pelo mercado, já que poderá ser um dos grandes fornecedores globais do metal que é largamente utilizado para a produção de aço inoxidável e em baterias para produtos eletrônicos.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.