Publicidade
Publicidade - Super banner
Empresas
enhanced by Google
 

GM comunica o fim da Hummer a concessionárias

Anúncio do encerramento da marca ocorreu em fevereiro depois da tentativa frustrada da GM de vender a unidade a chineses

AE |

A General Motors Company comunicou formalmente a suas concessionárias o plano de desativar a Hummer depois do fracasso de um acordo para a venda da marca, anunciou um porta-voz da companhia. "Estamos liquidando o Hummer", disse Nick Richards, porta-voz da GM, à agência de notícias AFP.

Divulgação
Originalmente utilizado como veículo de guerra, o Hummer popularizou-se como utilitário a partir do início da década de 90
Em carta enviada na semana passada a 400 concessionárias que vendiam os veículos Hummer no mundo (sendo 153 nos Estados Unidos e 247 no exterior), a GM formalizou "a dissolução da rede". A GM anunciou em 24 de fevereiro o fracasso de um plano de venda do Hummer para a chinesa Sichuan Tengzhong Heavy Industrial Machines.

Ao mesmo tempo em que se declara aberta a eventuais partes interessadas, a GM anuncia a dissolução da marca, disse Richards. O pré-acordo para vender o Hummer para a empresa chinesa foi anunciado em junho, quando a GM passava por uma ampla reestruturação depois de ter declarado concordata.

Originalmente um veículo de guerra bastante usado pelo exército norte-americano no Golfo Pérsico no início da década de 1990, o Hummer popularizou-se como utilitário de aventura nos EUA. A fábrica do Hummer em Shreveport, Louisiana, deve fechar o mais tardar em 2012. Enquanto isso não acontece, ela será usada para a produção de veículos da Chevrolet e da GMC, afirmou Richards. A fábrica emprega mil pessoas que trabalham no sistema por horas e 120 funcionários com salário fixo. As informações são da Dow Jones.

Leia tudo sobre: HummermontadorasGM

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG