Tamanho do texto

ExxonMobil, Chevron, ConocoPhilips e Shell vão criar empresa para administrar eventuais acidentes no Golfo do México

Mancha de óleo em vazamento da BP: empresa inglesa fica de fora da joint venture
© AP
Mancha de óleo em vazamento da BP: empresa inglesa fica de fora da joint venture
As quatro maiores empresas de petróleo do mundo vão anunciar nesta quinta-feira a formação de uma joint venture que administrará um fundo de US$ 1 bilhão para controlar vazamento e um sistema de contenção de óleo em águas profundas do Golfo do México, informou o “Financial Times”.

A joint venture será criada pelas empresas americanas ExxonMobil, Chevron, ConocoPhilips e a anglo-holandesa Shell, empresas dispostas a investir 25% individualmente. A BP, responsável pelo vazamento, não foi incluída no plano.

O fundo deverá administrar uma equipe para prevenção de derramamento de óleo em grande escala nas águas profundas, como o ocorrido pela BP.

A empresa é vista como uma tentativa por parte dos grupos de petróleo para conseguiram voltar à perfuração de óleo em águas profundas. O governo americano suspendeu temporariamente novas explorações depois do acidente da BP.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.