Publicidade
Publicidade - Super banner
Empresas
enhanced by Google
 

GE inaugura em MG primeira fábrica de equipamentos médicos na AL

Com investimento de US$ 50 milhões em dez anos, unidade vai produzir máquinas como raios X, mamógrafo e de ressonância magnética

Gustavo Poloni, enviado especial a Contagem (MG) |

A General Electric (GE) inaugurou nesta quarta-feira sua primeira fábrica de equipamentos médicos na América Latina. Localizada em Contagem, região metropolitana de Belo Horizonte, num primeiro momento ela vai montar equipamentos de raios X e mamografia.

Divulgação
Na primeira etapa, a unidade fabricará equipamentos de raios X e mamografia

A partir de 2011, a linha de produtos será expandida e serão fabricados sistemas de monitoramento, ressonância magnética, tomografia computadorizada e PET/CT, usado no diagnóstico do câncer. O investimento previsto na fábrica é de US$ 50 milhões ao longo de dez anos. “A fábrica faz parte da estratégia da GE de crescer localmente”, disse Cláudia Goulart, presidente e CEO da GE Healthecare para a América Latina, durante a inauguração.

A implantação da nova fábrica será dividida em três fases. A primeira, que começa em outubro, quando ela deve entrar em funcionamento, é a montagem dos equipamentos. Depois disso vai ter início o processo de nacionalização dos produtos. Para isso, a empresa buscou 23 fornecedores locais de peças. O objetivo é que os produtos tenham até 60% de nacionalização.

Por fim, a GE Healthcare vai investir em pesquisa e desenvolvimento de equipamentos para atender exclusivamente o mercado brasileiro. Os projetos serão tocados pelo centro de pesquisa e desenvolvimento que será criado no Brasil com investimento de US$ 150 milhões. O local da nova unidade, a quinta no mundo, será anunciado até o final de agosto.

Divulgação
Segundo a presidente da GE Healthecare para a América Latina, Cláudia Goulart, a fábrica é parte da estratégia de crescimento no mercado local
A expectativa da GE é que, até 2015, sejam criados 750 empregos diretos e indiretos com a inauguração da fábrica em Contagem. Destes, 550 são na área de manufatura. Para capacitar engenheiros, a empresa vai investir também num centro de treinamento, o primeiro da GE Healthcare na América Latina, que deve entrar em funcionamento a partir de 2011.

Plataforma para exportação

“Não estamos inaugurando apenas mais uma unidade de produção de equipamentos médicos no Brasil”, disse João Geraldo Ferreira, CEO da GE Brasil, durante coletiva de imprensa. “Queremos que ela seja uma plataforma para a exportação de produtos e serviços”. A expectativa é de que a GE exporte até 25% da produção até o final de 2011.

De acordo com a GE, a instalação de uma fábrica de equipamento médico no Brasil traz uma série de benefícios para hospitais, laboratórios e clínicas de saúde. A começar pelo preço dos produtos. A queda nos valores deve-se a dois fatores. O primeiro é a redução na carga de impostos nos equipamentos que são importados. O outro, a simplificação da logística para a distribuição dos produtos. Hoje, o transporte representa 12% dos custos dos equipamentos. “Esse valor deve cair 33%”, afirmou Cláudia. “É mais caro entregar equipamentos montados do que peças separadas”.

Com sede no Reino Unido, a GE Healthcare está presente em mais de 100 países e fechou 2009 com faturamento de US$ 16 bilhões. Recentemente, a GE Healthcare anunciou que vai investir até 2015 US$ 6 bilhões no desenvolvimento de soluções para aumentar o acesso, reduzir os custos e aumentar a qualidade dos serviços de saúde. “Acreditamos que podemos fazer a diferença na vida das pessoas”, disse Ferreira.

(O jornalista viajou a convite da GE)

Leia tudo sobre: gehospitaisfábricaraio x

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG