Publicidade
Publicidade - Super banner
Empresas
enhanced by Google
 

Foxconn nega planos de instalar cinco novas fábricas no Brasil

Empresa taiwanesa desmente informação divulgada pela Secretaria de Planejamento de São Paulo: “é tudo especulação”

Danielle Assalve, iG São Paulo |

Yan Boechat
Foxconn nega, mas fábrica para produção de iPhone no Brasil está em operação desde outubro
A taiwanesa Foxconn nega que tenha planos de instalar cinco novas fábricas no Brasil, desmentindo informação divulgada nesta terça-feira pela Secretaria de Planejamento e Desenvolvimento do Estado de São Paulo. “É tudo especulação do secretário, não temos nenhum plano neste sentido”, disse ao iG a assessoria de imprensa da Foxconn no Brasil.

Leia também: O custo humano de um iPad  

Mais cedo, em entrevista coletiva sobre a Campus Party , Julio Semeghini, secretário de planejamento do Estado, afirmou que a Foxconn terá mais cinco fábricas no País, cada uma com aproximadamente mil funcionários.

As unidades seriam destinadas à produção de gabinetes para computadores, conectores e outros componentes eletrônicos. Segundo Semeghini, a companhia deve retomar nos próximos dias as negociações com os Estados para definir a localização das novas plantas. No último dia 25, o governo federal publicou no Diário Oficial da União uma série de benefícios fiscais concedidos à Foxconn para produção de tablets no Brasil.

Oficialmente, a Foxconn diz que possui seis fábricas no País: duas no Estado do Amazonas (Manaus), três em São Paulo (Jundiaí, Sorocaba e Indaiatuba) e uma em Minas Gerais (Santa Rita do Sapucaí). No entanto, até o momento a empresa chinesa nega a existência de uma fábrica dedicada à montagem de iPhones da Apple no Brasil – os aparelhos estão sendo produzidos desde outubro do ano passado, segundo funcionários que trabalham na planta de Jundiaí.

Leia também: Em segredo, Foxconn começa a produzir iPhone no Brasil

Leia tudo sobre: FoxconnindústriaAppleiPodiPad

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG