A receita obtida por Sadia e BRF-Brasil Foods (antiga Perdigão) com exportações em abril aumentou 17,5% e 15,4%, respectivamente, em relação ao mesmo período de 2009. Os dados são da Secretaria de Comércio Exterior (Secex), ligada ao Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior.

A receita obtida por Sadia e BRF-Brasil Foods (antiga Perdigão) com exportações em abril aumentou 17,5% e 15,4%, respectivamente, em relação ao mesmo período de 2009. Os dados são da Secretaria de Comércio Exterior (Secex), ligada ao Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior. No mês passado, a Sadia exportou o equivalente a US$ 183,54 milhões, enquanto a BRF vendeu US$ 176,53 milhões para fora do País. Apesar de a BRF ter incorporado a Sadia sob o ponto de vista contábil, as empresas continuam separadas operacionalmente, à espera da aprovação da fusão pelo Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade). A Seara Alimentos, incorporada pela Marfrig Alimentos no início deste ano, exportou US$ 80,87 milhões em abril, com um crescimento de 18,84% ante igual mês do ano passado. Este mês, a Marfrig não apareceu na lista das 40 maiores exportadoras elaborada pela Secex. As indústrias de carne bovina também apresentaram aumento nas exportações no mês passado, com exceção da JBS Friboi, que registrou queda de 5,25% na receita obtida com as vendas externas a partir do Brasil em abril, para US$ 78,75 milhões. Já o frigorífico Bertin, incorporado recentemente pela JBS, aumentou em 20,67% as suas exportações, para US$ 107,27 milhões. O frigorífico Minerva manteve a expansão no mercado externo com um crescimento de 38,2% nas exportações de carne bovina em abril, em relação ao mesmo período de 2009, somando US$ 74,53 milhões.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.