Publicidade
Publicidade - Super banner
Empresas
enhanced by Google
 

Exportação de calçados cresce 15,2% de janeiro a julho

Vendas externas totalizaram US$ 900,8 milhões, cifra 14% maior

AE |

selo

As exportações de calçados aumentaram 15,2% no acumulado de janeiro a julho deste ano em comparação ao mesmo período de 2009, informou a Associação Brasileira das Indústrias de Calçados (Abicalçados). Segundo a entidade, o volume total exportado atingiu 88,981 milhões de pares. Em termos de valores, as vendas ao exterior somaram US$ 900,8 milhões, representando um aumento de 14,4%. O crescimento das exportações foi puxado pelos embarques aos Estados Unidos, que avançaram no período 28,2%, para 23,586 milhões de pares.

 

Já as importações acumulam entre janeiro e julho retração de 17,1%, com destaque para queda de 59,1% das compras de pares de calçados originários da China, para 7,1 milhões de pares. Desde setembro do ano passado, as importações chinesas de calçados recebem uma tarifa antidumping, atualmente em US$ 13,85 por par. No entanto, as compras externas de sapatos no período de outros países asiáticos como o Vietnã subiram 126% (para 4,04 milhões), da Indonésia 77,4% (para 1,6 milhão), da Malásia 24.508% (para 2,9 milhões) e de Taiwan 1.745% (para 203 mil).

 

Ontem, a Câmara de Comércio Exterior (Camex) aprovou a resolução que irá regulamentar e permitir a extensão de medidas antidumping ou compensatórias às importações de calçados, entre outros produtos, quando fique comprovada a triangulação, por meio de outros países, para fugir da sobretaxa. A medida passará a vigorar após publicação no Diário Oficial da União. Segundo a Camex, para comprovar a prática será necessário que haja alteração nos fluxos comerciais após o início do procedimento que resultou na aplicação da medida de defesa comercial.

Leia tudo sobre: calçadosexportaçãoAbicalçadosbalança comercial

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG