Publicidade
Publicidade - Super banner
Empresas
enhanced by Google
 

Emirados negam que petroleiro japonês tenha sofrido explosão ou ataque

(Atualiza com novas informações de autoridades dos Emirados) Abu Dhabi, 28 jul (EFE).- As autoridades dos Emirados Árabes negaram que o petroleiro japonês "M.

EFE |

(Atualiza com novas informações de autoridades dos Emirados) Abu Dhabi, 28 jul (EFE).- As autoridades dos Emirados Árabes negaram que o petroleiro japonês "M.Star" tenha sofrido hoje uma explosão ou sido alvo de um ataque no Estreito de Ormuz, como informou sua companhia operadora, a japonesa Mitsui O.S.K. Um responsável não identificado, citado pela agência de notícias estatal "Wam", explicou que não há indícios de nenhuma das duas situações na embarcação, que já chegou ao porto no Golfo de Omã. Conforme a agência, as autoridades realizaram investigações para determinar as causas do incidente em alto-mar. Anteriormente, Mitsui O.S.K tinha revelado que o petroleiro havia sofrido uma explosão quando navegava no Estreito de Ormuz por um possível ataque externo, e que havia um tripulante indiano levemente ferido. O Ministério de Transporte japonês não descartou que a suposta explosão na embarcação, que transportava 270 mil toneladas de petróleo, fosse obra de piratas. Mas uma autoridade aeroportuária explicou que a embarcação foi atingida por uma forte onda, o que causou o tremor de terra quando zarpava. Espera-se que o petroleiro continue viagem até Japão após ser submetido a um exame para avaliar os danos sofridos. O petroleiro, de bandeira das Ilhas Marshall, havia partido dos Emirados Árabes Unidos com destino ao porto japonês de Chiba, ao leste de Tóquio, com 31 tripulantes a bordo, 15 de nacionalidade indiana e outros 16 filipinos. EFE mys-cai/dm

Leia tudo sobre: iG

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG