Somados, Brasil, Rússia, Índia e China respondem atualmente por cerca de 25% das unidade fabricadas, diz estudo da ABDI

Em 15 anos, Brasil, Rússia, Índia e China, os países do grupo conhecido como Bric, responderão por quase metade da produção mundial de veículos, segundo estudo apresentado nesta terça-feira pelo ministro do Desenvolvimento, Miguel Jorge. O estudo foi elaborado pela Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial (ABDI) a pedido do ministério.

Atualmente, são produzidos cerca de 60 milhões de veículos no mundo por ano, e os países do Bric são responsáveis por 15 milhões, ou 25% desse volume. Em 2025, segundo a projeção, a produção no mundo saltará para quase 100 milhões de unidades. Somados, Brasil, Rússia Índia e China fabricarão pouco mais de 42 milhões.

Nesse intervalo de 15 anos, o Brasil praticamente dobrará sua produção, de acordo com o estudo apresentado pelo ministro. Em 2025, a produção estimada para o País é de 6,2 milhões de veículos – o volume esperado para 2010 é de 3,3 milhões.

“Para alcançarmos esses números, vamos ter que superar alguns desafios”, afirma Miguel Jorge. Um deles é o da escassez de mão de obra, segundo o ministro – vai ser preciso elevar o número de engenheiros no País, segundo ele. Outra frente de trabalho que exigirá atenção é a da tecnologia, já que a exigência por veículos menos poluentes é crescente.

O número de veículos rodando, ainda de acordo com o estudo, mais que dobrará no Brasil entre 2010 e 2025. Dos atuais 32,5 milhões de carros nas ruas, o País passará a ter 75,6 milhões.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.