Tamanho do texto

Siderúrgica prevê negociação de ações

A Companhia Siderúrgica Nacional (CSN) deve contratar em abril um banco para coordenar a oferta pública de ações (IPO, na sigla em inglês) da mina da Casa de Pedra, o principal ativo de mineração da empresa.

Segundo o empresário Benjamin Steinbruch, controlador da CSN, a ação da Casa de Pedra começará a ser negociada no fim do primeiro semestre. Outra opção é formar um acordo com a Namisa, controlado por capitais japoneses e coreanos, criando uma empresa com capacidade de quase 100 milhões de toneladas de minério de ferro.

O objetivo da CSN é ter ações para cada um dos seus negócios: siderurgia, mineração, cimento, logística e energia. "Estamos convencidos de que as partes valem mais do que o todo, e o mercado não tem percepção disso", disse o empresário.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.