Montadora diz que maioria dos carros estão nos EUA; problema é similar ao do Toyota Corolla

A Chrysler anunciou nesta sexta-feira o "recall" de aproximadamente 35 mil veículos dos modelos Dodge Calibers 2007 e Jeep Compass 2007. O "recall" é mundial, mas estima-se que cerca de 25 mil do total de automóveis atingidos tenham sido vendidos nos Estados Unidos.

A razão do recall é a mesma que levou a Toyota a enfrentar uma crise de imagem: a possibilidade de defeito nos pedais de aceleração. Os pedais dos veículos envolvidos no "recall" da Chrysler foram produzidos pela CTS Corp. of Elkhart, a mesma fabricante dos pedais de mais de 2 milhões de carros da Toyota atingidos por "recall" neste ano.

Os pedais da Chrysler se tornaram alvo de investigação da Administração Nacional de Segurança do Tráfego nas Estradas (agência do governo americano conhecida pela sigla NHTSA, em inglês) em abril deste ano, depois de autoridades federais receberem reclamações com relação ao funcionamento dos pedais.

Alguns motoristas encontraram partes do revestimento metálico dos aceleradores no tapete do carro. A montadora negou risco de acidente, mas decidiu convocar um "recall" voluntariamente. A companhia disse à NHTSA que os pedais têm um "desenho completamente diferente", em comparação com os da Toyota.

A Chrysler informou ainda que não tem conhecimento da ocorrência de acidentes ou danos. Apesar disso, nos documentos preenchidos na NHTSA, a montadora estimou que 30% dos veículos atingidos pelo "recall" precisarão de reparo.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.