Subsidiária da Whirlpoool e Panasonic vão pagar multa por fixar preço do componente utilizado em geladeira e condicionador de ar

A Panasonic e a Embraco North America, subsidiária da Whirlpool, aceitaram fazer um acordo judicial para encerrar um processo de investigação sobre formação de cartel no mercado de compressores para condicionadores de ar, geladeiras e freezers, informou hoje o Departamento de Justiça dos Estados Unidos. A Embraco North America concordou em pagar uma multa de US$ 91,8 milhões, enquanto a Panasonic desembolsará US$ 49,1 milhões.

As duas empresas admitiram que formaram um cartel para fixar preços de compressores entre outubro de 2004 e dezembro de 2007. Por conta da multa, a Whirlpool reduziu suas projeçãos de lucro para 2010, do intervalo de US$ 9,00 a US$ 9,50 por ação para o intervalo de US$ 7,80 a US$ 8,30 por ação.

No Brasil, a Whirlpool firmou um acordo com o Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade), em outubro do ano passado, também para encerrar uma investigação de prática de cartel no mercado de compressores envolvendo sua subsidiária Embraco. A empresa concordou em pagar uma multa de R$ 100 milhões, equivalente a cerca de 20% do faturamento da Embraco na época.

A investigação da Secretaria de Direito Econômico (SDE) mostrou na ocasião que a combinação de preços dos compressores ocorria tanto no Brasil como no exterior.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.