Tamanho do texto

Perda é a primeira registrada em um primeiro trimestre por petroquímica desde sua criação em 2002

A Braskem registrou prejuízo líquido de R$ 123 milhões no primeiro trimestre de 2010, diante de lucro de R$ 10 milhões registrado no mesmo período do ano passado. Foi a primeira vez que a petroquímica, controlada pelo grupo Odebrecht, teve um prejuízo nos três primeiros meses do ano desde sua criação, em agosto de 2002.

Em sua história, a Braskem já teve 11 trimestres com prejuízos ao longo de 31 exercícios trimestrais, segundo levantamento com base nos dados da Economática.

De janeiro a março deste ano, o Ebitda (lucro antes de juros, impostos, amortizações e depreciação) da companhia cresceu 59,5% para R$ 729 milhões, com margem de 16,3%, ante 14% no mesmo período de 2009.

A receita líquida da Braskem alcançou R$ 4,466 bilhões, 37% acima dos R$ 3,260 bilhões do mesmo intervalo de 2009, resultado das vendas da Quattor, companhia adquirida no início do ano.

O resultado financeiro líquido do primeiro trimestre de 2010 foi uma despesa de R$ 645 milhões, 210% superior à despesa financeira líquida de R$ 208 milhões dos três primeiros meses de 2009.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.