A ArcelorMittal, maior siderúrgica do mundo, planeja elevar o preço do aço laminado a quente em 5% para cerca de 620 euros a tonelada em outubro por causa do recente aumento no custo das matérias-primas

selo

A ArcelorMittal, maior siderúrgica do mundo, planeja elevar o preço do aço laminado a quente em 5% para cerca de 620 euros a tonelada em outubro por causa do recente aumento no custo das matérias-primas. A alemã ThyssenKrupp, por sua vez, planeja elevar o preço do laminado plano em 30 euros por tonelada, na média, a partir de outubro. As duas empresas confirmaram notícia publicada mais cedo pelo diário de negócios Handelsblatt, da Alemanha, sobre o plano de aumento de preço de grandes siderúrgicas na Europa, particularmente nos setores automotivo e de engenharia. A Salzgitter, também citada pelo jornal, não quis comentar o suposto plano de elevar seus preços. As informações são da Dow Jones.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.