Novo pólo está sendo avaliado pela ANP em estudo que fica pronto até final do ano. Se confirmado, poço será perfurado via PAC

A diretora da Agência Nacional do Petróleo (ANP), Magda Chambriard, revelou a possibilidade de uma grande jazida de petróleo ao sul dos atuais campos do pré-sal explorados pela Petrobras em parceria com outras empresas. Localizada em São Paulo (as outras ficam no Rio de Janeiro, a cerca de 300 quilômetros da costa), a nova área é alvo de um estudo com dados de sísmica em terceira dimensão (3D) que a ANP espera receber até o final deste ano.

"É possível que haja mais áreas com potencial tão grande (quanto Libra, Franco, Tupi) no Sul das concessões do pré-sal. Aguardamos estudo em 3D que contratamos à CGG Veritas", afirmou a especialista, ao responder se Franco e Libra seriam as últimas grandes descobertas de petróleo do Brasil. A CGG Veritas realiza levantamentos sísmicos.

Se os estudos confirmarem as expectativas, a ANP colocará o poço no âmbito do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC), para que o investimento em perfuração seja do governo - e não da Petrobras.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.